Top
Inca Rail

Vai para Machu Picchu? Saiba como chegar lá com conforto e aproveitando paisagens incríveis

Fazer uma viagem (ou mochilão) pela América do Sul faz parte da lista de viagem de muita gente. Para fazer um passeio assim, é preciso preparar o espírito aventureiro para o que vai encontrar no caminho. Uma das experiências é andar de trem, única opção para quem pretende fazer um tour por Machu Picchu, além da trilha Inca. Mas, não é por ter planejado explorar ao máximo o ambiente que a sua viagem precisa ser desconfortável e cheia de perrengues, não é? Para isso, vou te mostrar como chegar até Machu Picchu de forma confortável, agradável, além de aproveitar paisagens incríveis e encantadoras, e como foi a nossa experiência com a Inca Rail.

Inca Rail
Foto: Eduardo Mikail | Blog da Arquitetura
Inca Rail
Foto: Eduardo Mikail | Blog da Arquitetura

+ Percurso

Para chegar até Machu Picchu Pueblo, local também conhecido como Aguas Calientes, aos pés da suntuosa montanha de Machu Picchu, é possível fazer uma viagem mais curta, de 1h30, ou uma mais longa, de 3h30. O tempo de viagem depende da estação escolhida, que pode ser Ollantaytambo (um povoado e sítio arqueológico inca no Sul do Peru) ou Poroy (um distrito que fica a Oeste de Cusco). Se você pretende sair de Cusco, há um ônibus exclusivo que leva até Ollantaytambo. O percurso é oferecido pela empresa Inca Rail. Ainda, é possível escolher entre os diferentes tipos de viagem:

  • The Private: oferece champanhe de boas vindas, menu de degustação com vinhos da região e bar aberto em um vagão exclusivo.
  • The First Class: oferece menu gourmet requintado com almoço a bordo.
  • The 360º: com janelas panorâmicas, permite aproveitar a paisagem. Oferece bebidas frias e quentes preparadas com sucos e ervas andinas. Ainda, possui um app de entretenimento que permite aprender mais sobre a viagem e a civilização Inca.
  • The Voyager: possui vagões confortáveis e bem decorados para aproveitar a viagem.
Inca Rail
Foto: Eduardo Mikail | Blog da Arquitetura
Inca Rail
Foto: Eduardo Mikail | Blog da Arquitetura

+ Nossa experiência com a Inca Rail

Para chegar até Aguas Calientes, escolhemos a First Class Machu Picchu Train. O atendimento exclusivo e impecável dos funcionários, que nos chamavam sempre pelo nome, nos surpreendeu. Além disso, também ficamos encantados com a gastronomia. Durante o trajeto, foi servido café da manhã, uma seleção de bebidas quentes e sucos naturais e almoço gourmet. No almoço, estava inclusa a opção de pedir vinho, o que é uma boa opção para apreciar a vista.

Inca Rail
Foto: Eduardo Mikail | Blog da Arquitetura
Inca Rail
Foto: Eduardo Mikail | Blog da Arquitetura
Inca Rail
Foto: Eduardo Mikail | Blog da Arquitetura

Depois de um tempo de viagem, nos informaram que poderíamos acessar outro vagão, onde havia música ao vivo e uma varanda, na qual podíamos sentir o vento enquanto o trem andava e aproveitar para tirar algumas fotos da paisagem. Uma combinação perfeita para o passeio.

Inca Rail
Foto: Eduardo Mikail | Blog da Arquitetura
Inca Rail
Foto: Eduardo Mikail | Blog da Arquitetura
Inca Rail
Foto: Eduardo Mikail | Blog da Arquitetura

Na hora de retornar, escolhemos outro tipo de viagem e experimentamos o The 360º Machu Picchu Train. Neste trem, há janelas panorâmicas, mais elevadas e amplas, e um vagão observatório com janelas ao ar livre que permitem apreciar melhor a paisagem. A seleção de bebidas quentes e frias é mais simples e também há snacks.

Inca Rail
Foto: Eduardo Mikail | Blog da Arquitetura

ASSISTA A SÉRIE DE COMPLETA DA VIAGEM EM NOSSO CANAL: