Top
ArchiCAD

Saiba o que é o ArchiCAD e por que ele é um software importante na arquitetura

No universo da arquitetura, dominar alguns softwares é essencial. Um deles, que já é muito usado na Europa e está ganhando mercado no Brasil, é o ArchiCAD, que pode tornar o trabalho do arquiteto mais eficiente. Por isso, nós separamos algumas informações e dicas sobre o software que pode te ajudar a alavancar a carreira.

+ O que é o ArchiCAD?

O ArchiCAD é um software BIM desenvolvido pela Graphisoft, uma empresa húngara. BIM é a sigla para Building Information Modeling (Modelagem de Informação da Construção), uma tecnologia que permite criar modelos virtuais da construção. Assim, o ArchiCAD permite criar a edificação em um modelo 3D. Qualquer alteração no modelo BIM implica a atualização automática do projeto 2D.

ArchiCAD
Imagem: Reprodução | Blog da Arquitetura

Com início da comercialização em 1982 e lançamento em 1987, o ArchiCAD é o primeiro software BIM comercial e também o primeiro do tipo CAD que foi capaz de criar geometrias 2D e 3D.

+ Como usar o ArchiCAD?

O ArchiCAD pode ser usado para todos os tipos de projetos de arquitetura, como edificação, urbanismo, iluminação, paisagismo, interiores e outros, seja em grandes ou pequenos projetos. Ele é muito usado por arquitetos e também por outros profissionais da área, como engenheiros, designers e mais.

ArchiCAD
Imagem: Reprodução | Blog da Arquitetura

Há um template brasileiro, que obedece às normas da ABNT, e há bibliotecas que atendem a todos os tipos de projetos. Além disso, há outras vantagens, como: documentação integrada, com desenhos atualizados de forma constante, é fácil de gerir os documentos e organizar e controlar os projetos, permite padronizar documentos, possui lista de quantidades interligada ao Excel e é eficiente e intuitivo.

No ArchiCAD, com o BIMx, um visualizador de projetos BIM, é possível visualizar o modelo virtual pelo celular e pelo computador. O Open BIM promove fluxos de trabalho de colaboração aberta. Vários participantes do projeto podem trabalhar ao mesmo tempo, o que promove maior eficiência e um melhor trabalho em equipe. Ainda, cada um pode trabalhar em seus arquivos e referenciá-los no modelo unificado. Cada colaborador possui suas permissões de acesso e tudo é conectado, uma alteração pode ser enviada ao resto da equipe imediatamente.

+ Entendendo como o software funciona

No ArchiCAD, o arquivo é salvo como .PLN e os objetos em .GSM ou .GDL. Para ter integração aos outros softwares BIM, deve ser usado o formato .IFC. A edificação virtual é criada com paredes, laje, portas, parede cortina, escada, pilares, telhados, janelas e outros. Esses objetos podem ser importados ou criados pelo usuário em 2D ou 3D (objetos paramétricos – objetos gdl). Para criar objetos paramétricos é preciso conhecer programação baseada em texto, o que torna essa parte do software um pouco mais complicada. Porém, ele conta com muitas opções na biblioteca, o que diminui a necessidade de criação, e com uma ferramenta livre (MORPH) para criar e editar objetos.

ArchiCAD
Imagem: Reprodução | Blog da Arquitetura

Os dados de materiais, área, perímetro, volume, acabamento e outros podem ser extraídos a cada elemento inserido no modelo. Ainda, o material usado possui informações como cor, preenchimento da superfície e outros.

É possível usar plug-ins, mas eles não são necessários para ter superfícies mais realistas devido ao Cinerender. Ele também proporciona menor tempo de render e bons sombreamentos.

+ Quais o preço e os recursos necessários para instalar o ArchiCAD?

O ArchiCAD está disponível para Windows e Macintosh. Ele possui 3 versões: Full, Solo e Trial (30 dias de teste). A Solo é mais barata (R$2.030,00/ano para registrados no CAU e R$1.880.00/ano para até 5 anos de formado segundo o CAU) e, normalmente, usada por quem trabalha individualmente. A Full é completa, mais adequada para trabalho em equipe, e os preços variam de acordo com a licença, que pode ser perpétua ou alugada. Há, ainda, uma versão educacional gratuita (com duração de 1 ano).

Para executar o ArchiCAD também é preciso um computador bom. Como foi dito, o sistema operacional deve ser Windows ou Mac. O indicado é um processador com pelo menos 4 núcleos. Para projetos maiores, recomenda-se processadores com 6 ou 8 núcleos. Também é preciso mais de 4GB de memória RAM e uma placa de vídeo boa, a qual a própria Graphisotf pode indicar de acordo com a versão do software escolhida.

+ Por que aprender ArchiCAD?

Em um mercado competitivo, aprender e usar um software que otimiza seu trabalho é essencial. Além de permitir trabalhar de forma mais eficiente, o ArchiCAD torna o trabalho em equipe mais fácil e pode ser usado para o projeto de praticamente tudo relacionado à arquitetura. Ainda, com um modelo 3D é muito mais simples apresentar o projeto para o cliente, afinal, para quem não entende sobre arquitetura, é um pouco difícil tentar imaginar uma edificação a partir de uma planta 2D.

ArchiCAD
Imagem: Reprodução | Blog da Arquitetura

+ Como aprender ArchiCAD?

Se você ainda não conhece o software ou quer aprofundar seus conhecimentos, o ideal é fazer um curso. Um deles que é bem completo e aborda conteúdos que vão desde o entendimento do que é o BIM até o módulo de colaboração em equipe, ensinando várias ferramentas e módulos do ArchiCAD, é o JCF. Ao final do curso, ainda há o certificado.

  • Lucas Lupchinski

    Revit ou ArchiCad? Qual dos dois é melhor de se usar? Pelo que sei, o Revit seria o concorrente direto da Autodesk. E me parece que há maior adesão à ele do que ao ArchiCad, certo?