publicidade

publicidade

O que você precisa saber sobre projetos de prefeitura [+BÔNUS]


Estudantes de arquitetura e arquitetos já formados e atuantes sabem que não basta saber trabalhar no AutoCAD para criar projetos incríveis. Na hora de tirá-lo do papel, é preciso apresentar todas as projeções regulamentadas para os órgãos responsáveis da cidade na qual se quer construir.

Alguns cursos de arquitetura dispõem de matérias específicas sobre as questões legais envolvendo projetos arquitetônicos, outras não. Porém, mesmo as que contam com aulas acerca do tema, não tem tempo hábil para ensinar o passo a passo completo, sendo assim, a maioria dos alunos saem da faculdade sem saber como fazer projetos de prefeitura.

Fonte: Pixabay.

Mas, afinal, o que é um projeto de prefeitura?

Ele consiste em um documento legal com valor jurídico assim que é aprovado pela prefeitura. Do mesmo modo, ele também é passível de receber alterações para se adequar aos parâmetros legais de uma construção, qualquer que seja ela – desde casas a galpões.

Esse documento contém um desenho de planta baixa, que é facilmente desenvolvido no AutoCAD, de todos os pavimentos a serem construídos, com os cortes transversais e longitudinais, com representação da fachada principal, conhecida também por elevação, e a fachada lateral.

Poderia ser só isso, mas não se esqueça que esse documento deve estar completo para passar por toda a burocracia existente. Por isso, a estrutura do desenho também deve ter a planta de cobertura, notas de projeto, sem se esquecer dos quadros técnicos contendo os cálculos de iluminação e ventilação.

Foto: Conexão Livre

Alvará de aprovação

Cada prefeitura estabelece quais informações a planta baixa deve conter e também quais dados adicionais o dono do projeto deve apresentar. A Secretaria de Urbanismo e Licenciamento da Prefeitura de São Paulo, por exemplo, pede que sejam indicadas no documento as curvas de nível, a demarcação de córregos, águas e galerias existentes no imóvel, a demarcação de árvores no local, entre muitos outros.

Com todas as especificações devidamente preenchidas e, claro, com a planta baixa impecável, você estará atendendo automaticamente as normas técnicas do Código de Obras e Edificações e do Plano Diretor, dois regimentos que norteiam quem quer construir, seja da iniciativa privada ou pública. As regras são válidas em todos os processos: projeto, licenciamento, execução e manutenção das edificações.

Demais projetos que podem ser necessários

Sim, tudo o que falamos acima pode ainda não bastar para completar o processo burocrático do projeto de prefeitura. Há a possibilidade da entidade solicitar projetos auxiliares para participar do mesmo protocolo de aprovação. Entre eles estão os projetos de unificação de lotes e desmembramento de lotes, nos quais há a configuração das dimensões oficiais de um lote seguindo regras da matrícula do registro de imóveis.

Foto: Habitíssimo

Como aprender toda as regras de um projeto de prefeitura?

Não tem como a faculdade de arquitetura ensinar tudo aquilo que vamos usar na prática depois de formados. E como há obrigações gerais para cumprir, todo arquiteto deve buscar meios seguros para aprender como fazer projetos como os de prefeitura.

Nossa sugestão é o aprendizado em um bom curso de AutoCAD voltado para projetos arquitetônicos e de prefeituras. É importante buscar conhecimentos amplos sobre o tema, dos conceitos mais básicos às aplicações no software.

Estudantes e profissionais que já possuem familiaridade com o programa e aqueles que ainda não trabalharam com ele conseguirão agilizar inúmeros processos para criar projetos de prefeituras completos e dentro das normas legais.

Não podemos nos esquecer também que, hoje, qualquer qualificação a mais é muito bem-vinda para se destacar no mercado de trabalho. As empresas têm buscado candidatos que possuem know-how em diversos fundamentos, sobretudo aqueles relacionados a procedimentos administrativos – afinal, a parte burocrática é sempre a mais complicada e deixada de lado por muitos profissionais.

[+BÔNUS]

Este curso online de AutoCAD do site A Arquiteta foi gravado na versão 2015 do software e explica os procedimentos anteriores à aprovação de um projeto de prefeitura, além de dar dicas de como trabalhar terrenos acidentados, como aprovar projeto geminado em condomínios e projeto geminado em lote urbano, outorga onerosa e outros. O curso conta ainda com materiais e modelos para aplicar em projetos, assim como as imagens exibidas durante o curso em alta resolução e em .dwg para estudar posteriormente. Saiba mais aqui.


publicidade

publicidade