Top

Mobiliário urbano inteligente pelo mundo

Toda praça ou área de convívio urbano que se preze precisa ter um espaço para que se possa usufruir ou simplesmente relaxar, seja em um atribulado dia de trabalho ou num final de semana de passeio pela cidade. Porém, as ideias abaixo vão além do “banco da praça” e revelam as maneiras inovadoras que urbanistas, arquitetos, designers e artistas encontraram para dar um novo sentido ao mobiliário urbano.

Confira a seguir alguns projetos pelo mundo que gostaríamos de ter na cidade em que moramos.

+ Seattle (Estados Unidos)

mobiliario-urbano-inteligente1_blog-da-arquitetura

mobiliario-urbano-inteligente2_blog-da-arquitetura

O projeto de engenharia e paisagismo da SvR Design Company não apenas oferece um ponto de descanso para os pedestres que caminham pela íngreme Maynard Green Street: a água da chuva que escoa do telhado de um edifício adjacente flui em uma cisterna na parte superior do bloco, sendo filtrada e retida antes de entrar no sistema municipal.

 

+ Várias cidades

mobiliario-urbano-inteligente3_blog-da-arquitetura

Criadas pela empresa holandesa Tulpi, as premiadas poltronas urbanas inspiradas no formato da tulipa – a planta nacional da Holanda – podem ser vistas em várias partes do mundo: de Dubai, nos Emirados Árabes, à Austrália e Suíça. Não é por menos que a ideia fascina: as peças só abrem quando a pessoa deseja se sentar e deixam os espaços com um colorido especial.

 

+ Cidade desconhecida

mobiliario-urbano-inteligente4_blog-da-arquitetura

Infelizmente não conseguimos descobrir onde foi instalado esse mobiliário urbano inteligente, mas é um ideia simples e genial: um banco que se transforma em espaço para trabalhar ao ar livre. É uma ótima maneira de sair do home office de vez em quando.

 

+ Milão (Itália)

mobiliario-urbano-inteligente5_blog-da-arquitetura

O grande cubo de mármore integrou a edição de 2011 da Semana de Design de Milão. Não precisa nem dizer que a peça foi um sucesso entre os visitantes, que aproveitaram a “escultura” para descansar na sombra fresquinha. Quem assina é a firma de arquitetura norueguesa Snohetta.

 

+ Nova York (Estados Unidos)

mobiliario-urbano-inteligente6_blog-da-arquitetura

Às vezes, a gente precisa mais do que um banco. Então, que tal um móvel que permite deitar em pleno espaço urbano? A ótima ideia do artista dinamarquês Jeppe Hein fez parte de uma mostra nova-iorquina chamada Please Touch the Art (Por favor toque a arte).