Top

Intervenção artística transforma tapete verde em jardim aéreo

Para propor um diálogo entre as obras, estúdio criou duas instalações feitas os mesmos elementos, mas completamente diferentes entre si.

Nomad_02_blog-da-arquitetura

“Green Air”, instalação do Nomad Studio no Museu de Arte Contemporânea de Saint Louis (Foto: Alise O’Brien)

Sediado em Nova York, o Nomad Studio é um dos mais famosos escritórios de paisagismo e arquitetura dos Estados Unidos. Seus projetos chamam atenção pela beleza e ousadia, transformando-se em obras de arte criadas a partir de plantas cuidadosamente selecionadas.

O mais recente projeto do escritório é a instalação “Green Air”, no Museu de Arte Contemporânea de Saint Louis, no estado de Missouri. A intervenção compõe um jardim aéreo escultural em um dos ambientes do museu. Entretanto, ele é muito mais do que uma obra visualmente bonita.

O “Green Air” foi criado a partir de outra instalação do Nomad Studio feita para o mesmo museu, “Green Varnish” (imagem abaixo). Para isso, eles desconstruíram e repropuseram o projeto anterior: é como se o pátio do museu tivesse sido modelado com um negativo do tapete verde.

Nomad_01_blog-da-arquitetura
“Green Varnish”, escultura em forma de tapete verde criada anteriormente pelo Nomad Studio (Foto: David Johnson)

+ Releitura flutuante

Em “Green Air”, o que antes era uma peça sólida presa ao chão, agora é um volume fluido e exposto, que parece flutuar sobre a cabeça dos visitantes, invertendo o espaço e a intenção de “Green Varnish”. A escultura cinética viva balança suavemente com a brisa, criando também um belo efeito no chão do pátio por meio de suas sombras.

Este curioso diálogo, que ocupa uma área de 200 metros quadrados do museu, é composto por centenas de mudas de Tillandseas, conhecidas como bromélias do brejo, penduradas em centenas de ripas de madeira suspensas no pergolado de aço do pátio.

Nomad_03_blog-da-arquitetura
Visitantes observam o jardim aéreo da instalação “Green Air” (Foto: David Johnson)

 

Nomad_04_blog-da-arquitetura
A escultura cinética fica suspensa sobre o pátio do museu (Foto: David Johnson)

 

Nomad_05_blog-da-arquitetura
Detalhe das bromélias do brejo presas às ripas de madeira (Foto: Sarah Rothberg)

 

E você, também gosta de obras de arte criadas a partir do paisagismo?

Fontes: Nomad Studio, DesignBoom e Bromélias do Brejo.