Ícone do site Blog da Arquitetura

É importante saber desenhar a mão livre na arquitetura? [+DICA]

Quem escolhe a carreira de arquitetura vive sendo questionado se desenha bem. Afinal, um dos recursos de criação dos projetos arquitetônicos e urbanísticos é o traço a mão livre.

Com tanta novidade tecnológica, a gente se esquece que o desenho livre ainda é muito importante para a originalidade dos trabalhos. É lógico que o conhecimento em programas como o AutoCAD são imprescindíveis para qualquer arquiteto ou designer, mas se buscarmos as referências nos mestres da arquitetura, veremos sempre os típicos croquis desenhados à mão.


Veja também: é necessário saber desenhar para fazer arquitetura?


Oscar Niemeyer, mesmo antes de partir para o desenho técnico, se expressava por meio de riscos e rabiscos (todos incríveis). Por que então não se inspirar nele e em outros grandes nomes para garantir um know-how acima da média? Neste vídeo, por exemplo, ele conta um pouco sobre seu processo criativo:

+ Por que apostar no desenho a mão livre?

Ter gosto pelo desenho é algo que ajuda bastante na hora de passar em um vestibular de arquitetura, já que muitas faculdades pedem uma avaliação prática dos candidatos. Além disso, saber passar suas ideias para o papel antes de projetá-las em seu software predileto pode lhe ajudar a trazer melhores resultados na profissão. Sabia disso?

Bons arquitetos buscam se aperfeiçoar quanto às técnicas de desenho sempre e experimentam diversas maneiras se qualificar para se diferenciar no mercado. Ter noções de angulação, profundidade, segurança no traço, entre outros, são quesitos essenciais para passar mais credibilidade aos croquis e  e, consequentemente, aos clientes. Por conta disso, apostar em um bom curso de perspectiva a mão livre para arquitetos pode ser uma ótima saída para ser um estudante ou profissional mais capacitado.

Ao aprender mais em um curso de perspectiva, você conhecerá o jeito mais dinâmico e inteligível de externar tudo aquilo que você imagina para os ambientes. Assim, você terá mais subsídios para mostrar a quem quer que seja as suas ideias mais genuínas e elevar seu patamar criativo. Em outras palavras: o arquiteto que desenha a mão livre ganha maturidade e conhecimento.

Fonte: Reprodução

+ Como escolher um bom curso de desenho para arquitetos?

Se você já conhece algumas técnicas de desenho, pode utilizar o conteúdo de um curso voltado para essa disciplina para se aperfeiçoar e atualizar. Caso ainda esteja com saberes ainda crus, com certeza vai fazer valer esse material de uma forma abrangente para conhecer tudo sobre.

Mas como escolher um curso de desenho a mão livre realmente bom? Bom, como qualquer outro tipo de investimento, é preciso ponderar alguns tópicos antes de decidir. Selecionamos três pontos importantes para o seu conhecimento:

Modalidade: decidir entre um curso presencial ou online é o primeiro passo. Cada vez mais os cursos a distância tem chamado a atenção de estudantes e profissionais que buscam qualificação. Alguns dos motivos são:

  1. praticidade, por não demandar deslocamento e ter flexibilidade de horários;
  2. economia, por conta dos materiais digitais os custos são menores;
  3. autonomia, por que você pode estudar sozinho e seguir com o conteúdo quando quiser;
  4. variadas utilizações, já que seus certificados são válidos assim como os presenciais e servem como horas complementares para a faculdade, para subir de cargo ou conquistar uma vaga em uma nova empresa.
Fonte: Reprodução

Reputação: o que as pessoas que já fizeram o curso dizem a respeito dele? Quando você busca qualquer tipo de capacitação esse tipo de pesquisa é indispensável. Procure informações nas redes sociais, no site oficial e até no Reclame Aqui para verificar a credibilidade do curso oferecido.

Conteúdo: você deve priorizar cursos que ofereçam um conteúdo programático completo. Aquele que faça valer o investimento. Os cursos EAD sobre o assunto costumam ser bastante abrangentes, vale a pena pesquisar mais sobre eles para desenhar melhor.

+BDA indica

Quem se interessou pela temática do desenho a mão livre e quer se qualificar de forma prática através da internet vai gostar da nossa sugestão: a plataforma A Arquiteta” tem mais de 23.000 alunos no Brasil e no exterior e é especializada no ensino de softwares nas áreas de arquitetura e design de interiores, além de técnicas específicas utilizadas no setor.

Fonte: IdeaFixa

Investindo um valor muito mais acessível do que em outros lugares, você realiza o curso de perspectiva a mão livre para arquitetos do portal e aprende em conteúdos amplos. Entre os tópicos abordados estão os materiais mais indicados para desenho, exercícios de traço, de texturas, perspectiva com 1, 2 e 3 pontos de fuga, olho de peixe, aplicação da luz e sombra e muitos outros.

Se você é uma pessoa que costumava afirmar não ter “dom de desenhar”, repense já. Arquiteto nenhum nasce sabendo tudo a respeito de desenho, há sempre algo para aprender e oferecer serviços de excelência.

Sair da versão mobile