Top

Casa de contêiner pode oferecer conforto e menor custo

Morar em contêineres está se tornando uma prática comum. A opção pode ser – além de mais barata do que as casas convencionais – bonita, rápida de construir e sustentável. Mas será que são confortáveis?

Imagem: organics.org

As casas de contêiner

Um contêiner, depois que não pode mais ser utilizado para o transporte de carga, possui um descarte difícil. Assim, a ideia de construir uma casa com esse material é uma boa forma de dar um destino ao que antes era descartado, o que garante o título de sustentável. Ainda, para reformar o contêiner, não há desperdício de material como aconteceria em uma obra de alvenaria, por exemplo. Porém, é necessário certo cuidado na hora de planejar, visto que algumas modificações podem ser eternas (como instalar um ar condicionado, que requer o corte na parede).

Imagem: resumee.net

Em outros países, há várias estruturas de contêineres, incluindo residências estudantis. No Brasil, a primeira casa de contêiner foi finalizada em 2009 e, atualmente, há empresas especializadas nesse tipo de construção.

Conforto

À primeira vista, morar em um “caixote” parece algo estranho e que pode deixar os claustrofóbicos desesperados. Porém, se forem bem planejadas, até as residências pequenas podem ser confortáveis. Por exemplo, um dos primeiros passos na construção é isolar as paredes, afinal, ninguém quer morrer de frio ou de calor, visto que o contêiner é, normalmente, feito de aço.

Enquanto algumas construções são pequenas e voltadas para quem mora sozinho, há outras versões para todos os gostos e condições financeiras. É necessário saber usar a criatividade (e contar com o respaldo de um profissional especializado) para transformar o espaço limitado em um ambiente confortável.

Imagem: architecturendesign.net

Aos poucos, a ideia de que tijolo e concreto são “eternos” está sendo desconstruída e mais pessoas estão adotando esse tipo de moradia. Um fator que atrai é, além do preço, é o design, visto que é possível idealizar diferentes projetos. Mas, também há pontos negativos nessas construções.

Planejamento

O planejamento correto é essencial. Não basta apenas jogar os contêineres em um terreno vazio e decorar. Se as paredes são cortadas para dar lugar a portas e janelas, por exemplo, é necessário repensar a parte estrutural. Também é importante saber a procedência do contêiner (os que transportaram materiais tóxicos não podem ser reciclados de forma alguma).

Além de contratar os serviços adequados para garantir não só o conforto e o design, é preciso garantir a estrutura e as instalações necessárias. Afinal, vale lembrar que a energia e a água não chegarão por mágica na residência, nem os efluentes líquidos sairão da mesma forma. É necessário fazer instalações corretas e seguras. Ainda, é difícil saber qual a “situação” de um contêiner usado, como qual carga ele é capaz de suportar. Por isso, muitos preferem contêineres novos, o que pode sair mais caro.

Imagem: tritn.com

Deste modo, as casas de contêiner podem, sim, ser confortáveis e uma boa opção para quem não quer gastar muito. No entanto, é preciso ter cuidado na hora do projeto para garantir que ela será bem construída. O Blog da Arquitetura já compartilhou alguns projetos desse tipo; se você ainda não viu, clique aqui.

Referências: The Guardian; Exame; The Conversation.

  • Wagner de Araujo

    Olá,

    Navegando pela internet encontrei o seu site e gostei de tudo que li, principalmente das casas de contêiner.

    Estava pensando em construir uma de casa de madeira, porém agora estou em dúvida, e mais inclinado para contêiner, uns 99,99%.

    Tenho um post que acredito que pode ser bastante útil para as suas leitoras, pois, qual a mulher que não gosta de estar sempre bela e com a autoestima elevada?

    Como eu possuo uma pessoa aqui no escritório que costuma escrever uma introdução para agregar novos posts, fica fácil pra você, e para mim seria um prazer contribuir com seu site. Se tiver interesse, só me avisar e te mando, e gostaria que neste post o meu link estivesse nele. E tudo isso sem cobrar nada, totalmente de graça!

    O meu post é super completo e fala sobre “Como Cuidar dos Cabelos: Guia Definitivo” e acho que pode te interessar bastante, e principalmente às suas leitoras: https://www.kyut.com.br/blog/como-cuidar-cabelos

    Em breve teremos novos posts, que estão quase finalizados, faltam detalhes.

    Podemos iniciar uma grande parceria.

    Abraços,

    Wagner