Top

As 7 praças mais lindas do mundo

Quase toda cidade tem algum tipo de praça, que serve a um propósito importante como ponto de encontro social e comercial. Estas praças geralmente rodeada de lojas e restaurantes. No centro destas praças principais, muitas vezes possuem um chafariz, um monumento, ou uma estátua. Além dessas semelhanças, praças também têm a sua própria história original.

O BDA elencou 7 praças que enchem os olhos pela arquitetura preservada e inspiradora, e também pelos belos jardins! Confira!

+ Trafalgar Square, em Londres

Essa famosa praça foi construída para comemorar a vitória do Almirante Nelson contra a marinha de Napoleão Bonaparte na batalha de Trafalgar, em 1805. Também em homenagem ao militar, em seu centro foi construído um monumento denominado a Coluna de Nelson. Duas fontes embelezam e dão ar de frescor ao local.

praçatrafalgarlondres-blog-da-arquitetura

+ Grand-Place, em Bruxelas

A Grand-Place abriga o Hotel da Cidade e a Casa do Rei, prédio do século do XV, onde fica o Museu de Bruxelas, pontos turísticos da capital belga. Ela é considerada Patrimônio Mundial pela UNESCO. Por sua importância histórica e comercial, é inevitável ser um dos primeiros lugares visitados pelos turistas.

GrandPlaceBruxelas-blog-da-arquitetura

+ Plaza de Armas de Cusco, Peru

Em 15 de novembro de 1533, quando Francisco Pizarro estabeleceu o domínio espanhol na cidade de Cuzco, no Peru, a Plaza de Armas tornou-se a praça principal do Império Inca. Lá estão a Catedral de Cusco, a Igreja da Companhia de Jesus, além de inúmeras lojas e restaurantes.PeruCuscoPlazadeArmas-blog-da-arquitetura

+ Jardin du Luxembourg, em Paris

Este é o maior espaço verde da capital francesa, com mais de 224 mil m². Além do enorme jardim florido e cheio de cor, há uma coleção de estátuas exuberantes e pequenos lagos para as crianças se divertirem. Há ainda um mini teatro de fantoches e um restaurante.

JardindeLuxembourg-blog-da-arquitetura

+ Plaza de Mayo, Buenos Aires

Com riqueza histórica, a praça sempre representou centro da vida política de Buenos Aires, desde a época colonial. A Revolução de Maio de 1810, deu o nome ao espaço. Diversos monumentos influentes rodeiam o local, como o Cabildo histórico, a Casa Rosada (sede do Poder Executivo da Argentina), a Catedral Metropolitana, o edifício do Governo e a casa central do Banco Nación.plazademayo-blog-da-arquitetura

+ Praça Victor Civita, em São Paulo

A linda e moderna praça na metrópole cinza é ainda um “bebê” perto das outras que citamos. Entregue à população em 2008, ela foi erguida no local onde funcionava um incinerador de lixo. Em meio a decks de madeira e jardins, o projeto visa implementar um sistema sustentável, com sistema de reuso de água, e racionamento de energia por meio de placas solares. A capital paulista recebeu, com a praça, mais um local com agenda cheia de atividades de lazer e esportivas.praçavictorcivita-blog-da-arquitetura

+ Praça do Mercado, em Cracóvia