Top

10 jardins imperdíveis ao redor do mundo

Water-Lily_Pond_1900_Claude_Monet_Boston_MFA blog-da-arquitetura

Na estação mais florida do ano, nada melhor do que se inspirar a partir de belos exemplos de jardins imperdíveis ao redor do mundo.

Separamos alguns dos jardins mais bonitos em diferentes países, e contamos suas histórias. Entre eles, há jardins que foram planejados há séculos, outros que são visitados por milhares de turistas a cada ano, seja em cidades grandes ou pequenas. Mas todos têm a beleza e a proximidade com a natureza em comum. Confira!

+ Château de Versailles, na França

O jardim do Palácio de Versalhes (Château de Versailles) foi iniciado durante o reinado de Luís XIV, ainda no século XVII, e demorou 40 anos para ser concluído. Mas o resultado é imperdível. De grandes dimensões e com caminhos simétricos, o jardim é considerado tão importante como o próprio palácio e está aberto à visitação durante todo o ano.

Palácio de Versalhes blog-da-arquitetura

+ Jardim Botânico de Christchurch, na Nova Zelândia

Com obras de arte e um colorido especial, o Jardim Botânico da cidade de Christchurch é atração imperdível para quem visita a Ilha do Sul na Nova Zelândia, uma cidade que já enfrentou terremotos e vem, desde então, se recuperando. Localizado às margens do Rio Avon, e cercado pelo Hagley Park, este espaço é um dos jardins mais antigos do país, fundado no século XIX. Confira também a opção de tours guiados pelo Jardim Botânico.

Imagem: Viaje Comigo
Imagem: Viaje Comigo

+ Jardim YuYuan, na China

O seu nome significa “jardim da felicidade” e é uma das principais atrações de Xangai, na China. Com lagos, riachos, pontes, pavilhões e construções típicas chinesas, é um verdadeiro oásis em meio à movimentada cidade. O local está aberto diariamente e apresenta diversas atrações ao público, da centenária árvore gingko biloba à observação de cardumes de carpas (“koi”, em chinês).

Imagem: Expedia
Imagem: Expedia

+ Jardins da Estação de Atocha, na Espanha

Localizados na Estação Ferroviária de Atocha, em Madri, os jardins representam uma ótima oportunidade para fazer uma pausa antes da próxima viagem por terras espanholas ou pela Europa. Há ainda um lago e, no total, são mais de 7000 plantas de centenas de diferentes espécies vegetais.

Imagem: Skyscrapercity
Imagem: Skyscrapercity

+ Jardim de Santa Bárbara, em Portugal

Muito colorido, este é um jardim público da cidade de Braga, no norte de Portugal. Localizado na zona histórica, seu nome se deve à estátua de Santa Bárbara que está sobre uma fonte no centro do jardim. Vale a pena conhecer a região e o colorido deste jardim.

Imagem: skyscrapercityconh
Imagem: skyscrapercityconh

+ Jardim Botânico de Curitiba, no Brasil

Inaugurado em 1991, é o cartão postal da cidade de Curitiba, no Paraná, região sul do Brasil. Os destaques do local são a estufa em vidro e a fonte d’água. Os visitantes ainda podem conhecer o Jardim Botânico em caminhadas através de trilhas, e também conhecer o espaço cultural Frans Krajcberg, com esculturas em exposição permanente.

Curitiba_Botanic_Garden blog-da-arquitetura

+ Bamberg Rose Garden, na Alemanha

O Jardim das Rosas está localizado no pátio do New Residence, em Bamberg, na região da Bavaria, Alemanha. Frente ao palácio alemão, este jardim encanta com suas mais de 4500 flores. Além das rosas, há tílias e uma piscina chafariz que tornam o local ainda mais bonito e fazem desta visita imperdível.

Bamberg-Rosengarten blog-da-arquitetura

+ Jardim Botânico do Brooklyn, nos EUA

Já pensou encontrar diversas flores e um verdadeiro espaço para entrar em contato com a natureza no meio de Nova Iorque? Parece difícil, mas o Brooklyn Botanical Garden é um espaço imperdível para quem irá conhecer os EUA. É ali que anualmente acontece o Sakura Matsuri Cherry Blossom Festival, festa que celebra a cultura e tradição japonesa, marcando o início da primavera. Aproveite também para conhecer o Museu do Bonsai e o Jardim Japonês Hill-and-Pond.

Brooklyn-Botanic-Garden-Background-HD-Wallpaper-Desktop

+ Jardim do Palácio Peterhof, na Rússia

São mais de 100 hectares e 20 fontes que compõem os jardins em frente ao Palácio de Peterhof, a 30 km de São Petersburgo, e construído no início do século XVIII. Para completar o cenário, uma das fontes é a Grande Cascata, que chega até o mar Báltico. A grandeza deste jardim chama a atenção e, juntamente com o palácio, foi considerado Patrimônio Mundial pela Unesco.

Imagem: noticias.bol.uol.com.br
Imagem: noticias.bol.uol.com.br

+ Jardim de Keukenhof, na Holanda

Quando pensamos na Holanda, logo nos lembramos de seus jardins com tulipas. E é claro que não poderiam faltar na lista dos mais belos. Também conhecido como “Jardim da Europa”, o Jardim de Keukenhof está localizado em Lisse, a aproximadamente 30 km de Amsterdã. Além das tulipas, símbolo do país – que duram poucas semanas durante a primavera – há outras espécies de flores nestes jardins bem cuidados e tão coloridos, que chegam a parecer pinturas. Em 2016 o parque estará aberto de 24 de março a 16 de maio, com ingressos a 16 euros para adultos, 8 euros para crianças até os 11 anos, e 13,50 euros para turistas em grupos de no mínimo 20 pessoas.

Imagem: Viagem Catraca Livre
Imagem: Viagem Catraca Livre

Referências: Vida e Estilo, Viaje Comigo

 

  • Lucie Ferreira

    Jardim Botânico de Christchurch: Eu fui! Lugar lindo demais, a cidade toda tem vários parques, praças e jardins. Pena que os terremotos prejudicaram as estruturas, mas deve continuar linda e florida.