publicidade

publicidade

Saiba como obter o selo LEED de sustentabilidade para o seu projeto


O planeta Terra tem demonstrado, cada vez mais, os sintomas de sofrimento. Parece que a perversa ação humana sobre o ambiente nunca terá fim. As grandes construções, o rápido crescimento populacional e o incremento da demanda de energia têm causado uma grave destruição dos ecossistemas naturais. Entretanto, muitos profissionais mantêm suas esperanças alimentadas. Eles buscam, diariamente, novas soluções para amenizar todos esses impactos, promovendo diversas práticas de sustentabilidade. E é através dos selos de certificação, como o LEED, que seu empenho é reconhecido e afirmado.

(imagem extraída de Parque da Cidade)

+ Os impactos gerados pela construção civil

A construção civil, envolvendo todas as áreas correlatas, embora seja um setor do mercado importante para o desenvolvimento socioeconômico mundial, é considerada como vilã do meio ambiente.  Ela é responsável pelo maior consumo de recursos globais, como água potável; de energia primária e eletricidade. Também emite grandes quantidades de resíduos, como gás carbônico; e tem um incrível percentual de desperdício de materiais, chegando a representar quinze por cento do custo total de cada obra. Só com uma maior evolução dos sistemas e mudança de comportamento, dos projetistas e consumidores, será possível inverter esse quadro.

(imagem extraída de Wikipedia)

+ Características de um empreendimento sustentável

Para que um empreendimento seja considerável realmente sustentável uma série de aspectos precisa ser avaliada. Em primeiro, como ele interage com a paisagem urbana. Se ele atende bem as demandas voltadas ao ambiente físico. Se ele é socialmente justo e culturalmente aceito. Depois, se ele é econômico, aproveitando de forma racional todos os recursos naturais, como a água. E se ele usa, ao máximo, as energias renováveis, como solar ou eólica. Na hipótese de que todos os novos projetos venham a apresentar essas características, seria possível a diminuição, considerável, dos impactos ecológicos.

(imagem extraída de Kiefer em Flickr)

+ Cerficação LEED

A sigla LEED vem de ‘Leadership in Energy and Environmental Design’ ou ‘Liderança em Energia e Design Ambiental’. É um protocolo de avaliação e sistema de certificação para edifícios e bairros, de maior reconhecimento internacional e o mais utilizado em todo o mundo. Simboliza inovação, gestão ambiental e responsabilidade social. Foi criado pela United States Green Building Council – organização sem fins lucrativos – e começou a ser posto em prática em 1998. O objetivo é promover, mundialmente, tecnologias e iniciativas de sustentabilidade na construção civil.

A World Green Building Council reúne conselhos em várias partes do mundo. No Brasil, o LEED começou a ganhar mais reconhecimento a partir de 2007, com o aumento na busca por projetos sustentáveis – como escolas, hospitais, residências e outros. A Green Building Council Brasil emite os certificados no território nacional de acordo com as condições e realidades locais. Ela também promove, anualmente, diversas palestras e cursos, visando disseminar mais rapidamente seu conceito. Como resultado, em 2012, o país atingiu a quarta posição no ranking dos empreendimentos certificados, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, Emirados Árabes Unidos e China.

(imagem extraída de 2030 Studio)

+ Benefícios para construtores e meio ambiente

Essas novas tendências, de certificação LEED e promoção de construções sustentáveis, podem trazer grandes benefícios para o meio ambiente, assim como mais bem estar aos seus habitantes. Isso sem esquecer, é claro, do retorno financeiro das propostas, a curto e longo prazo. Na prática, quanto maior o número de marcas, financiadores, representantes do governo e profissionais – arquitetos, engenheiros, designers e agentes imobiliários – associados a essa ideia, a esse novo setor, maiores as chances de salvar o planeta.

Os construtores só têm a ganhar com o LEED. Para eles, isso representa mais facilidade na aprovação ou regularização de projetos; maior valorização, visibilidade e marketing para os empreendimentos; diminuição nos custos operacionais das obras; economia de recursos, como água e energia elétrica; entre outros. Obtendo a certificação, conseguem-se também maiores incentivos do governo, municipais e estaduais; e chances de competir em outras tantas oportunidades no setor.

(imagem extraída de Pixabay)

+ Etapas da certificação

Qualquer segmento da engenharia e da arquitetura pode obter o LEED, como shoppings, residências, lojas, interiores, etc. Um exemplo são os estádios da Copa do Mundo de 2014. Profissionais interessados em se especializar no assunto e ainda fornecer consultoria na área – os chamados LEED AP’s – devem realizar o curso e a prova de qualificação. Com isso, eles terão mais condições de avaliar e classificar o grau de sustentabilidade das edificações ou comunidades, de acordo com os parâmetros estabelecidos pela Green Building Council. Essa é uma boa chance de, inclusive, avaliar seu próprio trabalho.

(imagem extraída de U.S. AIR FORCE CIVIL ENGINEER CENTER)

Antes de um projeto receber a certificação LEED, uma série de pré-requisitos precisa ser confirmada, como um checklist. Devem-se avaliar os seguintes itens: localização sustentável, eficiência no uso dos recursos naturais, eficiência energética e atmosférica, materiais e recursos, qualidade ambiental interna, inovação, projeto e prioridade regional. Conforme os grupos forem sendo abrangidos, dependendo do tipo de projeto, o nível de pontuação vai aumentando – prata, ouro ou platina. E quanto mais avançado o selo, mais valor o certificado irá agregar ao empreendimento.

(imagem extraída de Minimal Serviços)

Quer saber mais sobre os “selos verdes” na construção civil? Então, assista ao vídeo logo abaixo!

 

Fontes: Clique ArquiteturaSustentarquiUSGBC.


Leia Também:

Conheça o primeiro condomínio sustentável do mundo

Descubra por que esse complexo espanhol é referência em arquitetura sustentável

Casa sustentável brasileira é 25% mais barata e fica pronta em 6 dias

Escola sustentável no Uruguai é a primeira da América Latina

Prédio sustentável usa 150 árvores para proteger seus moradores da poluição e ruidos


publicidade

  • Alan Cristian Tabile Furlan

    eu consigo as informações técnicas de um projeto como este? Estou pesquisando especificações técnicas como deste site: http://capsula.arq.br/
    Vocês conseguem me informar onde consigo algo parecido e de preferencia de graça também?

publicidade