Top

Casa sustentável brasileira é 25% mais barata e fica pronta em 6 dias

Uma casa sustentável definida como ”padrão europeu” chamou a atenção dos moradores de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. A construção foi feita em apenas seis dias e, melhor ainda, com 25% de economia em comparação a uma casa comum.

+ Como é a primeira casa sustentável brasileira?

O projeto da casa sustentável é feito pelo espanhol Eugen Fudulu e pelo brasileiro Kleber Karru em parceria com o laboratório europeu Open MS. A construção é toda baseada na nanotecnologia, sem desperdiçar qualquer tipo de material e com apenas 4 funcionários para erguê-la em menos de uma semana – a partir do alicerce já pronto, num modelo similar ao feito nos edifícios.

Segundo os responsáveis, as paredes possuem isolamento térmico e acústico, com espuma e fios de vidro por dentro e por fora, mantendo uma temperatura agradável dentro da casa tanto no frio quanto no calor. O material é resistente a fogo, água e cupim (isso mesmo!); já a estrutura pode ter acabamento de acordo com a preferência do morador: azulejo, látex, textura ou grafiato.

Com foco no aproveitamento de água, ar e energia, a construção ainda tem um purificador instalado que é capaz de filtrar a água antes que ela chegue na torneira da residência, além de estrutura para teto solar e aparelho de ar, que retira todas as bactérias do ambiente. Incrível, não é?

E não para por aí! O mais surpreendente, além da estrutura de primeiro mundo, economia (cerca de 25%) e do tempo, é que a casa sustentável ainda pode resistir a tremores de 9 graus na escala Richter e a ventos de até 300 km/h.

casa sustentavel como é feita

Agora, o desafio dos desenvolvedores é firmar uma parceria com o Governo Estadual para que o projeto chegue às áreas pouco favorecidas e à população de baixa renda. Além de resolver um problema de moradia, ainda geraria empregos, pois quanto mais funcionários, mais rápido será a construção.

“Isso poderia acontecer pois o número de pessoas trabalhando aumentaria. Com equipes de trabalho, divididas por funções, fazemos uma casa por dia. Neste caso, uma equipe faria o radier (alicerce), outra montaria a estrutura e outra seria responsáveis pelo revestimento e acabamento final”, disse Kleber Karru ao portal Correio do Estado.

Se você mora em Campo Grande e está curioso para conhecer a casa sustentável, ela está localizada no bairro São Lourenço, na Rua Vista Alegre, esquina com a Inácio de Souza. Vale a pena conferir! Para quem não está perto, só resta as fotos desse projeto maravilhoso!

casa sustentavel brasil

casa sustentavel como é

casa sustentavel como é

casa sustentavel mato grosso do sul

casa sustentavel brasileira

casa sustentavel

casa sustentavel cg

Referência: Correio do Estado

Fotos: Valdenir Rezende / CE

  • Amarildo

    Que projeto fantástico, esse tipo de construção deveria se popularizar no Brasil.

  • Luciana Marinho

    Oi,Fábio! Tudo bem? Esta construção não seria a famosa “Drywall” ou construção seca? As paredes ficam super finas e frágeis! Aqui na minha Universidade no Rio é assim!

    • Ian Koerich Maciel

      Drywall é usado em interiores (divisórias, etc).
      Esta construção deve ser Steel Frame (é bem parecido com o Drywall, mas utiliza outros materiais – aço como estrutura, e materiais resistentes à agua na parte externa).

      O problema é que Steel Frame NÂO é mais barato do que a alvenaria convencional. É mais caro (em torno de 13% a mais).

      • Luciana Marinho

        Conheço as 2! Vieram dos USA,né? Naqueles programas do Discovery de reforma se vê bastante! A do “Steel Frame” tem esta estrutura de aço,mas as paredes são revestidas com tipo um eucatex ( me corrija,por favor! ) e no meio é gesso? Porque fica fino e pelo menos lá na Faculdade,se escuta tudo e as paredes são finas.Ahhh eu prefiro de tijolos mesmo! :-( Estes projetos são rápidos,mas me parece que a manutenção é cara. Obrigada pelos esclarecimentos!

        • Ian Koerich Maciel

          Eu não conheço muito não! hehe…
          Mas a parte que eu sei: quando entre as paredes pode-se colocar isolamento acústico/térmico (lã de rocha ou lã de vidro). Isso serve pra Drywall e pra Steel Frame.
          O problema é que muita gente não usa o isolamento quando faz divisórias com Drywall (pra economizar…).

          • O projeto da casa sustentável é feito pelo espanhol Eugen Fudulu e pelo brasileiro Kleber Karru em parceria com o laboratório europeu Open MS. A construção é toda baseada na nanotecnologia, sem desperdiçar qualquer tipo de material e com apenas 4 funcionários para erguê-la em menos de uma semana – a partir do alicerce já pronto, num modelo similar ao feito nos edifícios.

        • Soraya Corvino

          Luciana, para evitar barulhos e a acustica ficar melhor pode-se usar uma manta especifica para este problema e inclusive para manter a casa fresca no verão e aquecida no inverno,
          entre as placas externas e internas e fica ótimo!

      • mregina

        Mas o tempo e gasto com MÃO DE OBRA(parte mais cara da construção) compensa! E em relação ao desperdício de material convencional no Brasil que é absurdo, tb há economia de dinheiro.

      • Marcos Valencio

        Realmente o stell frame encarece a obra, mas convem lembrar que existe o wood frame que alem de vir de fonte renovavel (pinus) + osb para nas paredes externas, o espacamento entre studs depende do tamanho da obra , ja nas paredes internas pode se utilizar o light steel frame mais o drywall, ainda lembrando que as paredes externas se tornam mais resistentes dependendo do acabamento a ser utilizado. Exemplo placa osb + barreira de vapor e unidade, + tela de estuque + reboque convencional . Detalhe passei a vida cobstruindo no Eua, sao casas que podem durar umra centena de anos

    • Guilherme Giordano

      Moça, não vou te dizer que a estrutura de drywall é mais resistente do que alvenaria, mas ela é resistente o suficiente. Quando mal instalado, pode ser que fique frági realmente. Entretanto no revestimento externo, steel frame, outras camadas de matérias mais resistententes são utilizados.

      • Luhima Channel

        Então há como unir os 2 tipos de construções : o Drywall e o Steel Frame?
        Aquelas casas dos seriados “Mãos à obra” do Discovery Home&Health são feitas assim,né?!

    • Alfredo Doberl Jr.

      Visite nossa página e fique a vontade pra perguntar sobre sistemas de construções a seco. https://www.facebook.com/dfx5sistemasconstrutivos

    • Regis Resende

      acho que não viu!!Drywall é um material a base de gesso e esse material parece ser um polietileno e metal, não é?? eu vi umas placas no paraná com, fibra de vidro, material acrílico não rígido, eram placas azuis e aceitava prego, um material muito interessante, eles estavas fazendo um barracão experimental, não sei o que deu porque nao votei mais no local.

  • Adriana Camargo de Brito

    Vale ressaltar que no clima da maior parte do Brasil a utilização de materiais isolantes térmicos na envoltória da edificação geralmente resulta em problemas de super aquecimento dos ambientes… Os recintos ganham menos calor pela envoltória, mas também perdem menos calor. Dependendo do tamanho da área envidraçada e das fontes internas de calor, essas características podem resultar em edificação inadequada ao clima, com desempenho térmico ruim. Do ponto de vista do isolamento acústico, é necessário ter componentes mais pesados, geralmente, para se ter desempenho adequado, o que não parece ser o caso do sistema construtivo apresentado. Além disso, para um sistema construtivo inovador ser utilizado em habitações financiadas por órgãos federais, é necessário que seja aprovado no âmbito do SINAT, Sistema Nacional de Avaliações Técnicas, após ter seu desempenho global verificado por uma instituição avaliadora, que leva em conta fatores relacionados ao desempenho estrutural, segurança ao fogo, estanqueidade, desempenho térmico, acústico, lumínico, durabilidade, dentre outros, com base na norma NBR 15575.

    • Bruna Xavier

      Adriana, os materiais utilizados na construção a seco não aumentam a sensação de calor interno por “reter o calor”. Tanto que é muito comum esse tipo de construção em desertos, como nos Estados Unidos onde a humidade é maior que no Brasil e no oriente médio onde o clima é mais seco. Também, nos dias de hoje não é mais necessário um material pesado para melhorar a acústica. Tudo depende da matéria prima. a Madeira, papelão, lá de rocha, lá de vidro são materiais leves e excelente “bloqueadores” de som. Por outro lado o aço e o cimento por si só são pesados e excelentes condutores. E para finalizar, o sistema de construção a seco no Brasil já possui norma e pode ser financiado pela Caixa no programa mcmv, inclusive. Vejam o site do pbqp do governo federal para entender melhor sobre as especificações técnicas do sistema.

    • Daniel

      Em questão de engenharia, materiais menos densos geralmente são melhores isolantes térmicos e acústicos. Exemplo: espumas, materiais que retêm bolhas de ar.

  • eliana

    Aguem tem ideia do preco da casa?

    • Você já possui um projeto para que eu possa lhe fornecer o orçamento? Posso lhe oferecer todo o suporte necessário.

      • Luana Fernanda

        Gentileza m informar do orçamento também. Obg
        luana_rpm@yahoo.com.br

        • Ja lhe enviei um email Luana, aguardo sua resposta

          • Mário Preto

            Caro Bruno, Gostaria de obter um orçamento deste tipo de construção. Tenho um projeto! Meu email é o mariojornalismo@gmail.com. Aguardo contato

          • Mario lhe encaminhei um email solicitando info::aguardo sua resposta

          • Mário Preto

            Email enviado, Bruno. Aguardo seu retorno!

  • Naja Louise

    Olá eu tbm tenho interesse, já possuo algumas idéias do projeto quero falar com alguém :)

    • Estou a disposição Naja Louise para auxiliar no projeto e realizar um orçamento para este tipo de construção

  • Maria Paula Feichas Vilanova

    Qual o email de contato, por favor?

  • Rafael Pato

    Luciana Marinho, isso é Steel Frame e é mais resistente do que o tijolo, quanto ao som, sinto te dizer mas a sua faculdade pagou um profissional ruim, a parede feita em Steel Frame ou Drywall tem em média 7cm de espessura e com o revestimento (recheio) certo, ela é mais acústica que uma parede de tijolo duplo (todas as salas de cinema multiplex (local com mais de uma sala de projeção) são feitas deste material e não se escuta nada da outra sala, inclusive fazemos estúdios de gravação com este material sem o uso daquelas “caixas de ovo” que se instalavam antigamente para reter o som, quanto ao material que vc diz que é eucatex, na verdade se chama painel de OSB, é um material muito usado nos EUA para se fazer a casa inteira, é resistente a água, cupim e fogo, é um material estrutural e quando parafusado a esta estrutura de metal faz com que a parede fique extremamente rígida e estruturada. Este material só é um pouco mais caro que o convencional porque ainda não é muito vendido aqui, mas se tiver mais saída fica mais barato, é o futuro das construções, a 2 anos o Drywall era mais caro que fazer uma parede de tijolo, agora não, para se ter uma idéia nós conseguimos fazer 50 metros lineares de parede por dia com apenas 3 funcionarios, o valor final é melhor e mais rápido. A manutenção é bem simples e barata, uma vez que é preciso somente cortar a parede com uma serra e remendar com outra placa e parafuso, enquanto o tijolo tem que quebrar e depois refazer com a mão de obra cara de um pedreiro, espero ter ajudado.

    • Mateus Koech

      só um adendo: caixa de ovo não serve pra isolamento acústico, apenas pra tratamento acústico, como controle de reverberação e de éco.

    • Guilherme Giordano

      Realmente steel frame e drywall são tecnologias impressionantes, já dominam alguns mercados e provavelmente, se não aparecer nada revolucionário até lá, dominará o mercado imobiliário da que uns anos. Entretanto diz que a obra sai 25% mais barata, o que não seria a realidade destas tecnologias. Creio que seja semelhante, mas com revestimentos mais baratos do que gesso.

    • Sonia Ramos

      Qual o valor atual de.uma construção de 65m2 com ele material? Quem constrói?

    • Armando

      Olá Rafael. Moro na Alemanha e aqui, esse tipo de madeira (OBS) é proibido para tal fim, pois exala a toxidade de sua cola. Você pode me informar sobre esse aspeto nas placas brasileiras? Obrigado.

      • Guilherme Giordano

        Drywall é com placas de gesso, não de madeira…

    • Martha Andrade

      Usar a madeira para travar uma estrutura de metal é dar um tiro no pé. Pois na hora de fazer a manutenção vai ser preciso tratar estrutura de madeira junto com o metal. O correto mesmo é que quando se usa a estrutura de metal somente se use travamento em metal. Outros materiais somente devem ser utilizados para fechamentos. Madeira para paredes, enchimentos para isolamento de som e temperatura e o poliestireno para a vedação. Lembrando sempre que a infraestrutura destas casas devem estar isoladas por radier em concreto ou pilares de concreto.

  • Aluisio Ramos

    O desafio é criar um terremoto e/ou um furacão de tal magnitude par realmente testar a casa

    • Alfredo Doberl Jr.

      Olá Aluisio. Esse desafio já foi testado e comprovado a eficiência da tecnologia construtiva . Visite nossa página e fique a vontade pra perguntar sobre sistemas de construções a seco. https://www.facebook.com/dfx5sistemasconstrutivos

  • Marcel Gasparini

    desafio alguém a dar uma voadora na parede pra ver se ela nao quebra

  • Muito interessante. Apenas para acrescentar à discussão, pergunto: atualmente creio que muitas obras unifamiliares são tocadas pelo morador (futuro) e amigos, em forma de mutirão, o que reduz ou elimina o custo de mão-de-obra. O que significa isso para a conveniência da adoção da estrutura proposta no artigo? E o que se tem a dizer sobre a comparação da disponibilidade do material (distribuição física) no país ? Espero que o projeto tenha sucesso. At, Ricardo Conte

  • Luana Fernanda

    E como faz para adquirir uma dessas? Gostei demais. Pelo que entendi ela seria viável financeiramente.

  • Delcio Mencio

    Bem interessante, já usei drywall, construção seca, rápido e leve, para uma cobertura.

  • Pedro Rachid Neto

    Existe alguma coisa errada na cultura, mesmo em tempos de integração global. Esse tipo de construção é muito antigo em países como Estados Unidos. Fazia-se com madeira (studs) e ainda se faz. A substituição por aço seria uma solução interessante para dar vazão a produção nacional de aço. Existem outras soluções, que considero ainda melhores, onde as paredes são feitas por módulos pré fabricados, com estrutura de sanduíches de concreto e aço, com isolamento interno feito por espuma rígida (isopor por exemplo) ou feitas com material reciclado em peças encaixáveis (como Lego). Existe um programa americano chamado This Old House, antigo mas ainda encontrável no Youtube, onde aparecem essas “novidades”, só que lá elas tem alguns bons anos de existência. A minha crítica a cultura está relacionada com a falta de conhecimento e troca de experiências. Veja o Minha Casa Minha Vida… Projetos ruins, caros e mal executados… E ninguém se atualiza…

    • Fabio Nogueira

      Programas estatais tipo Minha Casa Minha Vida definem exatamente o método construtivo por isso as casas são tão iguais e construídas segundo métodos antigos e consagrados. Os americanos adoram novas tecnologias, especialmente se produzem resultados melhores e a custos mais baixos. Os brasileiros são refratários a novas tecnologias. Sempre que a midia publica alguma novidade, em qualquer campo, 90% dos comentários são no sentido de dizer que não funciona, não serve, não presta, etc. Por isso que algo que existe lá fora há 20 anos nunca chega aqui. E quando chega todo mundo desacredita.

  • cheles ferreira vinholes

    chelesvinholes@hotmail.com
    eu amei estas casas parece cer mesmo muito forte

  • Luis Fernando

    Queria trocar a minha casa, pois está cheia de cupim!!!
    Tem como fazer um projeto??

  • Valentina Sena E Silva

    Como contatar os construtores dessa estrutura, estou precisando!

    • Posso lhe prover todo o suporte necessário desde o projeto até a execução. me envie um email que lhe forneço os detalhes

    • Alfredo Doberl Jr.

      Olá Valentina – Ente com contato visitando nossa página e fique a vontade pra perguntar sobre sistemas de construções a seco. https://www.facebook.com/dfx5sistemasconstrutivos

      • Valentina Sena E Silva

        Obrigada

      • Valentina Sena E Silva

        Não encontrei como obter o serviço

  • Nádia Baptista Ramos

    Acho muito interessante essa forma de construção, assisto sempre o programa “Irmãos à Obra”, onde mostra reforma de casa, o problema, é que gera muito bichos nos vãos das paredes, como guaxinins, ratos e baratas, a espuma isolante é um ótimo ninho para os ratos, nos EUA passam por esse problema.

  • Rodrigo Campos

    Tenho interesse em projeto de uma casa, gostaria de maiores informações e valores. Grato!

  • Ewerton Luiz de Faria

    Se alguém precisar das placas de fibrocimento para o fechamento deste tipo de obra, com um produto bom e otimo preço entre em contato, ewerton.edificare@gmail.com

  • Mauricio Massa

    A solução mesmo vai ser o Hempcrete….. não precisa de condicionamento do ar interno e é “fire retardant”.. além de ser renovável.

  • Alfredo Doberl Jr.

    Ser alquem estiver interessado em saber sobre esse tipo de construção, que é muito mais vantajoso que a construção convencional, pois é rápida, limpa, organizada, sem desperdícios e extremamente resistente, visite nosso face https://www.facebook.com/dfx5sistemasconstrutivos… Temos várias obras em Steel Frame.. Podem ficar a vontade em nos consultar.

  • Claudio Almeida

    o Sistema construtivo fischer é tão bom quanto este da matéria, porém, bem mais barato. https://www.youtube.com/watch?v=WENDJ5g6d60

    • Jose Isac

      Esse modelo não tem como colocar revestimento acustico dentro da parede, esse seria o problema

  • Emilia Mônica Lima Santos

    Como faço para adquiri uma casa assim ou parecida, de forma econômica e sustentável, estou atras e não consigo encontrar. Obrigada

  • Roberto

    Sensacional!! Pena que o Minha Casa Minha Vida acabou, pois seria muito interessante aproveitar esse projeto.

    • Fabio Nogueira

      A Caixa não deixa. A Caixa define exatamente como construir as casas e ela não aceita nenhuma tecnologia inovadora ou revolucionária

      • Roberto

        Que pena! Mas nenhuma surpresa. Há anos a Caixa é comandada por gente ligada a Eduardo Cunha. Erro grave de Dilma, que certamente vai continuar no governo Temer/Cunha.

        • Fabio Nogueira

          A Caixa é uma das estatais com maior nivel de corrupção e ineficiência. Isso é histórico. Só vai resolver no dia em que for privatizada

          • Roberto

            Os bancos privados foram os responsáveis diretos pela crise de 2008 nos eua.

          • Fabio Nogueira

            Sim, por um erro na regulamentação. E o que isso tem a ver com a enorme corrupção que existe na CEF?

          • Roberto

            Gostaria que estes privatistas que acreditam no mercado e na mídia fossem conhecer a realidade. Vemos que existem cargos políticos que fazem a corrupção, na Caixa, BB, Correios, Petrobrás, empresas dos estados e municípios, daí é fácil botar todo mundo no mesmo barco e privatizar! Caixa tem 70% dos financiamentos imobiliários do Brasil. Ela saiu de um prejuízo de R$ 4,7 bi em 2001, para um lucro de R$ 7,2 bi em 2015. Isto é ineficiência?!

          • Roberto

            Ôpa, olha aí um dado importante, que certamente não veremos na nossa “grande” mídia.

      • Luiz Eduardo Lisboa

        A caixa tem um manual especifico para este tipo de construção Steel frame. Sou construtor e estava tentando fazer este tipo de casa. Só entrar no site da caixa e baixar o pdf de construção em steel frame.

  • Suellen

    Gente… me desculpem, mas esse sistema exite no Brasil a pelo menos 20 anos!!! Que matéria atrasada….. Uma coisa são as pessoas não terem conhecimento, outra e publicarem esse sistema como se fosse uma NOVIDADE…. Pelo amor…

  • Interessante. Mas para os governantes isto não conta. Quanto mais se gastar melhor dá a impressão de que se está trabalhando.

  • Carlos Bracks

    Casa “brasileira”?????? O autor da matéria deve estar brincando ou é muito desinformado, o “steel Frame” seja em madeira naval ou concreto ou ainda gesso acartonado já é usado a anos no exterior e aqui no Brasil já se faz stands de venda e apartamentos modelo de construtoras a mais de 15 anos….

  • Elaine Anunan

    Esse processo já existe para reformas?

  • José Luiz Singer

    Rafael Pato, parabéns pela lúcida exposição.

  • Sonia Ramos

    O unico problema ainda é o preço… Pois aqui no Brasil o m² ainda sai em média R$4100,00 O QUE N[AO É PARA O BOLSO DE QUALQUER UM.

    • Allmas

      O valor de 4100 reais pelo m2 esta muito acima do que a praticada no mercado, nossa empresa é especializada em Steel Frame e em média o valor fica entre 1800 a 3000 por m2.

  • Marcus Rios

    Moro aqui nos EUA e trabalho diretamente com a construção civil.
    Sim, uma casa ate maior pode ser erguida em apenas uma semana.

    Na verdade, as casas tem sua base, alicerce em concreto e o resto é tudo madeira. Comumente aqui é chamado de play woods e tem o mesmo aspecto das chapas de osb no Brasil.

    Internamente sao usadas folhas de sheet rock, ou folhas de gesso acartonado, porém com cimento, e pra areas humidas como banheiros, as folhas sao impermeáveis.

    No lado externo, utilza-se isopor como proteção e para dar acabamento. Apenas as grandes casas e caras utilizam tijolos de acabamento, ou bricks como eles chamam aqui. Esse isopor pode ser pintado, lixado, entalhado ou emassado.

    Entre a parede de madeira (externa) e as folhas de sheet rock (interno), sao utilizadas lã de vidro e espumas de alta pressão para vedar as emendas, tais como janelas, portas e uniao das folhas.

    O miolo da parede também é em madeira, como vigas e pilares, chamados de “to by four” ou “to by six” entre outros tamanhos. Essas madeiras formam o esqueleto do predio.

    Tudo fixado com pregos e apenas as folhas de sheet rock com parafusos.

    Seguem duas fotos. A primeira foi o primeiro dia de obra apos concreto pronto. A segunda 24h depois.

    • Luhima Channel

      O problema é a durabilidade e a manutenção.Eu prefiro as casas antigas aqui do Brasil,pois aço enferruja e madeira apodrece com o passar dos anos.

  • Marcus Rios
  • Aldo Corrêa de Lima

    E o preço ???

  • wanderson

    chama o lobo mal e dá uma soprada nela pra ver….mas a intenção é boa..

  • Lenilda Figueiredo

    Tá, eu entendi tudo o melhor quase tudo. A dúvida é : como faço pra ter a minha casa sustentável?

  • Homero Borba Passos Junior

    Se essa é a primeira do Brasil eu sou azul. Steel Frame já existe no Brasil há mais de 10 anos….

    • Martha Andrade

      eles reinventaram o nome para Estrutura Leve de Metal. O metal é mais fino e sai estrusado de máquinas específicas. Se parecem com uma gaiola, não como uma armação em vigas e pilares de metal.

  • Valentina Sena E Silva

    quero uma casa sustentável, quem devo contatar para a compra?

  • David Bruno Pereira

    Maquiaram o nome e falaram até de nanotecnologia isso é Steel frame e dizer que e 25% mais barato e uma total irresponsabilidade em projetos de larga escala pode se ter um custo menor mas mesmo assim difícil chegar em 25%. Em relação ao material sem dúvida é muito superior à alvenaria convencional que conhecemos no Brasil.

  • Joao Victor Pittarello

    Gostaria de saber, se existe um padrão de casa ou a casa pode ser modelada do jeito que quiser?? Obrigado

  • Jefferson Donizetti de Lima

    Achei em interessante. Eu gostaria de mais informações para quem sabe adquirir uma para conhecer e depois apresentar para o meu irmão, que tem uma construtora, para quem sabe fazer uma parceria pra trazer o projeto para a Região do Vale do Paraíba e Litoral Norte.