publicidade

publicidade

Cápsulas de café são proibidas em cidade alemã (+ dicas de como reutilizá-las na decoração)


Estimular a reciclagem e diminuir a geração de lixo é um dos principais objetivos e desafios em diferentes países quando o assunto é sustentabilidade. E foi pensando nisso que uma atitude iniciada já há quase um ano em Hamburgo, a segunda maior cidade alemã, continua chamando a atenção. As cápsulas de café e outros materiais descartáveis foram banidos dos departamentos públicos. O motivo? Proporcionar a redução do desperdício e evitar o consumo de produtos cujos materiais são de difícil reaproveitamento.

capsulas-blog-da-arquitetura
Imagem: Eduardo Knapp/Folhapress

A medida chegou a ser considerada radical, mas frente à necessidade de atitudes urgentes quando o assunto é o meio ambiente, é apenas uma das iniciativas que foram anunciadas na cidade, que tem o objetivo de se destacar como das mais sustentáveis do mundo.

A dificuldade em reciclar as cápsulas de café tem relação com o material com que são fabricadas, uma mistura de plástico, papel e alumínio, o que faz a reciclagem ser mais difícil e até inviável pela necessidade de separação desses elementos. Para se ter uma ideia de como as cápsulas representam boa parte do lixo produzido, anualmente no Brasil são consumidas quase 8 mil toneladas de cápsulas.

Até que ponto vai a sua comodidade?

Marcas como Keuring e Nespresso já se comprometeram a criar embalagens recicláveis até 2020. A Nespresso iniciou seu programa de reciclagem e coleta de cápsulas em pontos de venda e boutiques na Suíça e promete expandir o programa, conforme o contexto e legislação de cada país.

cortinas-capsulas-blog-da-arquitetura
Imagem: Habitissimo

Enquanto isso, é possível iniciar uma reflexão sobre até que ponto nossa comodidade  pode custar ao meio ambiente. A substituição do tradicional coador de papel pelas cápsulas de café fica mais evidente quando analisamos que o consumo destes novos materiais triplicou na Europa e nos EUA desde 2011. Na Alemanha, por exemplo, o país em que a iniciativa da proibição das cápsulas foi estipulada, 13% da população consome café em cápsulas.

cápsulas-cafe-blog-da-arquitetura
Imagem: Constru-básico

Mas se não é possível cortar totalmente o uso das cápsulas, por que não buscar soluções sustentáveis e criativas para reaproveitar as embalagens? Uma ideia de decoração bem diferente, por exemplo, seria usar as cápsulas como suporte para lâmpadas de um pisca-pisca.

decoracao-blog-da-arquitetura
Imagem: Domínio Mundial

E a lista de possibilidades de artesanato não para por aí. Luminárias, chaveiros, objetos decorativos, mini vasos, colares, brinquedos e tudo o que a imaginação permitir.

luzes-blog-da-arquitetura
Imagem: Constru-básico

O que você acha disso tudo? A cidade alemã está certa com a proibição? Acredita que a decoração possa ser uma alternativa para ajudar o meio ambiente?

Referências: Exame, Época Negócios, Folha de S. Paulo, Constru-Básico


publicidade

publicidade