publicidade

publicidade

Antiga fábrica de whisky é convertida em hotel boutique e vira referência de decoração industrial


Cada vez mais presente em projetos comerciais e residenciais, a decoração industrial surgiu em Nova York, na década de 1960. Ela é caracterizada pelo reaproveitamento de grandes imóveis abandonados, geralmente fábricas, armazéns e edifícios.

Apesar da aparência pouco convidativa, esses locais com pés-direitos altos, amplas janelas e muita luminosidade precisavam apenas de uma restauração para ganhar novas funções. Assim, lofts e ateliês passaram a ocupar esses espaços e inspiraram o surgimento da decoração industrial.

A decoração industrial caracteriza os ambientes deste hotel boutique na Filadélfia

Uma antiga fábrica de whisky na Filadélfia, nos Estados Unidos, se tornou um ótimo exemplo de que é possível recuperar um espaço abandonado e transformá-lo em algo totalmente novo. Neste caso, o hotel boutique com restaurante italiano Wm Mulherin’s Sons.

O imóvel do século XIX foi restaurado e renovado pela Method Hospitality e pela firma Stokes Architecture. As características originais do edifício foram mantidas, enquanto os ambientes se tornaram mais acolhedores e convidativos.

Os quartos contam com cozinha e elementos que fizeram parte do passado do edifício

Características mistas

Com áreas que variam entre 53 e 75 metros quadrados, o quartos são equipados com cozinhas. O mobiliário em madeira maciça foi feito sob medida e a paleta de cores é simplista e remete ao velho mundo, com papel de parede extravagante.

A alvenaria exposta, como é bastante comum na decoração industrial, a madeira desgastada e os móveis antigos remetem também ao estilo shabby-chic. Cada quarto tem algumas relíquias que fizeram parte do passado do edifício, por exemplo sistema de roldana usado para içar cargas pesadas. A decoração é complementada com vasos de plantas minimalistas, como cactos, e tapetes persa.

Neste quarto, a parede de alvenaria contrasta com o papel de parede extravagante

Situado no térreo, o restaurante possui um bar, uma sala de jantar com lareira e outra área de refeições, com forno a lenha e churrasqueira. As características históricas foram preservadas, recebendo um toque escandinavo.

Na fachada, alguns elementos foram revitalizados, como a sinalização de terracota e as janelas em arco. Com isso, o objetivo é fazer com que o edifício se destaque em um bairro em rápida valorização.

Fachada do hotel e restaurante Wm Mulherin’s Sons

Fotos: Dezeen. Fonte: Dezeen e Docol Magazine


publicidade

publicidade