publicidade

publicidade

432 Park Avenue: a moradia vertical mais luxuosa de Nova York


Na segunda metade da década de 1920, a cidade de Nova York ostentava cento e cinquenta novas construções grandiosas e eficientes, todas voltadas para aqueles que estavam dispostos a ‘morar nas alturas’. Um destes edifícios emblemáticos era o famoso Ritz Tower, que marcou o início da moradia vertical de luxo na cidade. Exclusividade, este é o tipo de riqueza que a maioria das metrópoles mundiais deve oferecer nos próximos anos. O avanço tecnológico, a densidade populacional e o desejo de maximizar o solo, faz a arquitetura atual estar mais voltada para o planejamento urbano. E sendo para abrigar mais pessoas nas grandes cidades, só há uma solução, seguir para cima. Com isso, ousados projetos têm surgido na big apple, como o 432 Park Avenue, em Manhattan.

432_park_avenue_ny_01-blog-da-arquitetura
Para a torre, de traços quadrados, a inspiração foram os padrões geométricos clássicos, utilizados nas edificações romanas.

Nova York sempre foi conhecida por ter belos prédios antigos. Mas o constante desejo dos ricos pelo estilo de vida urbano faz esta cidade estar em eterna transformação. Um empreendimento recém-lançado sempre acaba tornando-se referência para um futuro edifício. Cada novo projeto contribui, de forma positiva ou negativa, para a maneira de como se percebe a cidade e na mudança da sua paisagem. Pois o 432 Park tem provocado boas discussões entre os nova-iorquinos desde quando a sua construção começou, em 2012. Eles temem que este possa ser o início de uma mudança urbana que faça mudar totalmente o skyline da cidade. Isto faria desaparecer de vista grandes ícones da arquitetura, como o Empire State e o Chrysler Building.

432_park_avenue_ny_02-blog-da-arquitetura
O arquiteto idealizou, para cada 12 pisos, dois andares vazios para passagem do vento, aliviando a pressão que o ar exerce sobre as fachadas.

+ O edifício residencial mais alto das Américas

Construído em concreto, aço e vidro; e inaugurado em dezembro de 2015, o 432 Park Avenue é um arranha-céu de alto padrão construído no centro da ilha de Manhattan, próximo ao Central Park. O edifício substituiu o Drake Hotel, que havia sido construído em 1926 e que possuía quatrocentos e noventa e cinco quartos. O projeto foi idealizado pelo arquiteto uruguaio Rafael Viñoly e desenvolvido pela The Macklowe Organization. Rafael foi um dos finalistas no concurso para o novo World Trade Center. Seu novo desafio era criar um edifício que fosse a ‘cara de Nova York’, ou seja, que não fosse igual a nada no mundo. E ele conseguiu. O 432 Park, projetado por ele, é considerado o terceiro edifício mais alto de Nova York e o edifício residencial mais alto das Américas.

432_park_avenue_ny_03-blog-da-arquitetura
Os interessados nas unidades do 432 Park são, em geral, membros da plutocracia internacional, como os bilionários chineses.

Dentro dos nove mil metros quadrados de área estão os noventa e seis andares e as cento e quinze unidades de apartamentos. A planta baixa padrão, quadrada, desenvolve uma volumetria esbelta, de silhueta reta, que chega à quatrocentos e vinte e cinco metros de altura. As fachadas têm linhas limpas, com paredes e janelas gigantescas, próprias da contemporaneidade. Estas características, pertencentes ao 432 Park Avenue, são incomuns entre os edifícios de Nova York. E estes dados espantosos representam somente uma pequena parcela deste novo símbolo de riqueza e ostentação nova-iorquino.

432_park_avenue_ny_04-blog-da-arquitetura
Como controle térmico, as unidades do 432 Park possuem um sistema interno de ar-condicionado e janelas com persianas motorizadas.

Certamente, a vista majestosa da cidade será o principal lazer de quem for morar em um dos apartamentos do 432 Park. Porém, existem muitos outros atrativos dentro da propriedade.  Estará à disposição dos moradores sala de conferências, auditório, fitness center, spa, sala de jogos, biblioteca, cinema, restaurantes, jardins e uma piscina com doze metros de comprimento. Cada apartamento tem seu sistema de acesso privado e os usuários podem solicitar serviço de quarto e chofer.

432_park_avenue_ny_05-blog-da-arquitetura
Do edifício pode-se ver o Central Park, os Rios Hudson e East, o Oceano Atlântico e muitos edifícios emblemáticos de Manhattan.
432_park_avenue_ny_06-blog-da-arquitetura
A cobertura do 432 Park Avenue foi avaliada em 95 milhões de dólares.

A menor unidade habitacional, neste prédio, tem três quartos e fica a cento e setenta metros de altura. Já a maior, que tem sete quartos, fica a trezentos e oitenta e sete metros. Os apartamentos têm pé-direito de quase cinco metros. São residências muito bem iluminadas, com janelas que seguem a dimensão de três por três metros – total de noventa e seis em todo o edifício. Como acabamento interno, há piso em carvalho, para as áreas íntimas, como as suítes; e em mármore nas áreas comuns, como na cozinha e nos banheiros. Da luxuosa cobertura, que possui salas gigantescas e até um restaurante particular, pode-se ver todo o Central Park, o Rio Hudson, o Rio East, o Oceano Atlântico e muitos outros edifícios emblemáticos de Nova York.

Fontes: Casa VogueArco Web, Jornal Folha de São PauloWikipedia


publicidade

publicidade